La casa de Papel. pelo et(h)eriano Rui Sousa

Série criada por Álex Pina para a Antena 3 espanhola, estreou em 2 de maio de 2017 e só recentemente foi adicionada ao catálogo da “Netflix” Portugal.

Esta série espanhola acompanha um grupo de assaltantes, cada um com capacidades específicas, naquele que poderá ser o maior roubo em Espanha na casa da moeda.

Neste grupo particular cada assaltante irá apenas ser conhecido pelo nome de uma cidade:

Tóquio – interpretado pela actriz Úrsula Corberó, Moscovo – por Paco Tous, Berlim –  por Pedro Alonso, Nairobi – por Alba Flores, Rio – por Miguel Herrán, Denver – por Jaime Lorente e Helsínquia por Darko Peric.

Todos irão ser orientados e ensinados durante meses por um indivíduo que se auto intitula de “O professor” (interpretado pelo actor Álvaro Morte), num plano elaborado e complexo em que não só planeiam este golpe mas também tentam prever com sucesso todas as “jogadas” que as forças da autoridade irão fazer para tentar impedi-los.

Nada é deixado ao acaso inclusive a data escolhida para que possam ter um grande número de reféns à sua disposição, alguns que irão ter protagonismo na história, e dificultar as manobras da policia. Tudo é meticulosamente pensado e todos os pormenores são importantes.

Do outro lado desta situação, e a representar a lei, encontramos uma inspectora interpretada pela actriz Itziar Ituño, que enfrenta problemas pessoais e profissionais, o que lhe dá mais determinação para travar este grupo tentando descobrir quem são, o que (realmente) pretendem, impedi-los de fugir, ao mesmo tempo que tem que lidar com o “professor” que noutro local distante de toda a acção, tenta lançar o caos e confundir toda a gente.

Esta série está bem conseguida, os episódios vão tendo ritmo q.b. e os actores são credíveis nos seus papéis.

À medida que a história avança somos tentados a “torcer” pelos dois lados em alturas diferentes. Vamos ficando a conhecer melhor os motivos pessoais de cada um, como o golpe está a decorrer e como planeiam escapar. Nem tudo irá correr sempre bem para ambos os lados, o que traz mais emoção à situação.

Tem só uma temporada dividida em duas partes. Ainda só vi a primeira, por isso não posso comentar para já como irá terminar tudo isto. Mas posso recomendar-vos que sigam esta excelente série que vos deixará em suspenso até ao fim.

Quem não esteja habituado à língua espanhola, pode estranhar ao início mas à medida que forem vendo mais episódios, vão-se habituando.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s